100 anos de Bauhaus, seu legado e influências

Fundada pelo arquiteto Walter Gropius em 1919 na Alemanha, a escola Bauhaus, que é considerada um marco para a arquitetura e o design, chega ao seu centenário com inúmeras comemorações e releituras mundo afora.

A primeira escola de design do mundo, traçou as bases para uma nova forma de pensar arquitetura, produto e design. Não só marcou o século XX, como inspira pessoas e criações até os dias atuais.

Ícones da Bauhaus.

Escola de Dessau, arquitetura de Walter Gropius, data de 1925 e hoje é considerada patrimônio da humanidade. O edifício de linhas retas, arquitetura industrial, moderna e arrojada, representa exatamente os ideais da escola; estética ligada a funcionalidade e economia dos materiais.

Cadeira Barcelona, desenvolvida por Ludwig Mies van der Rohe e Lily Reich.

Cadeira Presidente desenvolvida por Marcel Breuer. O design da Cadeira Presidente (também conhecida como cadeira Wassily) serve de inspiração até os dias de hoje.

Inspiração.

“Design não é apenas aquilo que vemos e sentimos, mas também diz respeito à como as coisas funcionam”. Pode parecer que esta frase surgiu dentro da própria Bauhaus, entretanto, são as palavras de Steve Jobs, fundador da Apple. Desiludido pela aparência industrial kitsch da década de 1980, ele buscou inspirar-se na filosofia da escola onde “a forma segue função” em seu design claro e sem ornamentos. Exemplo que reforça a ideia de que o design da Bauhaus não envelhece nunca.

Mouse da Apple, com design que se alia aos ideias da Bauhaus.

Atividades alusivas ao centenário estão acontecendo.

Em abril, na feira de Milão, a alemã Tecta homenageou a escola, em especial Walter Gropius, reeditando a cadeira do diretor criada e usada por ele.

Os estudos desenvolvidos pela Bauhaus mostram que, a relação entre forma e cor coopera com a transmissão de sentimentos, sensações e mensagens.
Baseado neste conceito, a revista Vogue Portugal homenageou a escola onde o rosto, foi a tela em branco escolhida. No ensaio fotográfico, linhas e formas geométricas em cores primarias desafiam os traços e as feições da face e criam harmonia perfeita entre arte e função.

Ainda nesta temática, a revista Casa Vogue, na edição de fevereiro de 2019, também prestou homenagem à escola, fazendo diversos estudos onde as formas geométricas características da Bauhaus ganham novas cores e texturas, além de inspirar objetos lúdicos para dar um toque divertido aos espaços.

A Nike também homenageou o centenário em uma edição do Nike Max270 React, com formas e cores típicas do movimento, combinando arte e funcionalidade.

Museus e exposições

Obras e fotografias inéditas da Bauhaus serão exibidas em museus no ano do centenário. Fotografias da primeira documentação da Bauhaus registradas pelo fotógrafo Erich Consemüller serão exibidas na cidade de Weimar e outra coleção com cerca de 49.000 obras estarão expostas na Fundação Bauhaus Dessau na cidade xará.

Dois novos museus foram idealizados para comemorar o centenário. Um em Weimer, inaugurado em abril e outro em Dessau que deverá inaugurar em setembro deste ano, apresentando os maiores acervos da escola reunidos sob um mesmo teto.

Bauhaus archiv é o museu que reúne um grande acervo da escola e fica localizado próximo ao parque Tiergarte, em Berlim. Tive a oportunidade de visita-lo em abril de 2018, uma semana antes do seu fechamento para reforma. Deve reabrir até o final deste ano.

Se você gosta da filosofia da escola e tem viagem programada para a Europa, quem sabe inclui esse passeio em seu roteiro?
https://www.bauhaus.de/de/
https://www.bauhaus-dessau.de/de/index.html
https://www.klassik-stiftung.de/bauhaus-museum-weimar/

E se você gosta do movimento mas não pretende viajar e/ou visitar os museus, que tal incluir este legado no seu novo projeto?

Você pode gostar também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*