África do Sul

A dica de viagem desta semana ficou por conta do nosso amigo Guilherme Heusi que voltou recentemente da África do Sul e vai compartilhar com a gente um pouco da sua experiência por lá.

“A África do Sul pra mim foi uma experiência excelente. Boa infraestrutura, belas praias e montanhas em Cape Town, mais seguro do que eu imaginava, e ainda por cima continuamos a viagem no safari em Park Kruger, que correspondeu a todas as expectativas.

Eu e meu pai ficamos 6 dias em Cape Town, e mais dois no safari, mas eu recomendaria mais tempo nesta segunda etapa, ao menos um dia a mais.

IMG_7220

Em Cape Town sugiro hospedagem próximo ao Waterfront, píer local onde existem vários bons restaurantes, àqueles das cidades norte americanas, e que fica bem perto do centro da cidade. Ao lado deste local está também o Cape Town Stadium, construído para a Copa do Mundo de 2010. Ainda no centro vale conhecer o Parlamento,  a orla em Green Point, e de noite os bares da Long Street.

Em dias de sol a ida ao topo da Table Mountain é indispensável, o que se faz com um teleférico. Há também uma montanha próxima – Lion’s Head – cujo cume se acessa por uma trilha, perfeita para quem curte esse esporte.

IMG_7262

Falando de Cape Town também não é possível esquecer as fantásticas praias no caminho para o Cabo da Boa Esperança: Clifton Beach, Camps Bay (onde estão ótimos restaurantes  e o Café Caprice, que ferve aos domingos), Hout Bay, Noordhoek, e no outro lado da península Simon’s Town e Muizenberg, com suas casas na areia coloridas. Ideal alugar um carro para conhecer tudo, é muito barato.

Um dia nas vinícolas de Stellenbosch, onde vinhos feitos com a uva pinotage são vendidos a preços muito interessantes.

IMG_7550

Se tiver mais tempo, para os que curtem história, é também interessante a ida a ilha Robben, onde Nelson Mandela passou muitos anos preso.

E para quem vai até a África do Sul, realmente não dá para deixar conhecer o Park Kruger. A South African Airways oferece voos diários de Cape Town até Hoedspruit, Phalaborwa ou Nelspruit, cidades que dão acesso à reserva. Existem vários hotéis nas partes privadas do parque, eu fiquei em um chamado NDzuti Game Reserve, que oferece pacote completo (safari e alimentação, exceto bebida), por preços muito bons. Decidimos alugar um carro no aeroporto, e com ele fomos até o hotel, mas o trajeto se faz por estradas de barro, talvez o transfer oferecido pela hospedagem (sempre tem) seja mais interessante.

IMG_8010

Por fim, e já que estávamos de carro, voltamos por terra até Johannesburgo, de onde parte o único voo direto até o Brasil, passando por Pretória, capital da África do Sul, e sede da Presidência.

Espero que mais brasileiros visitem este excelente destino, vale muito a pena. Ainda pretendo voltar.”

 

Você pode gostar também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*