Doha

Doha por Fernando D’Aquino.

Apesar de Doha ser cultural e religiosamente mais conservadora que Dubai e Abu Dhabi, com algumas precauções conseguimos curtir bastante a cidade.

1 – Em Doha ainda é crime ser Gay, por esse motivo eu e o Bruno retiramos nossas alianças. Em geral não praticamos PDA (Public Display of Affection), o que eles consideram crime, então estávamos tranquilos em relação a isso.

2 – Para visitar o Qatar é necessário visto emitido previamente. No nosso caso, quem providenciou os vistos foi o próprio Hotel. É um pouco chato o preenchimento de todos os documentos, digitalização de passaporte e etc, mas não tem como fugir disso. Custa cerca de R$ 400,00 no total por pessoa e demora até 07 dias úteis para a emissão, se o preenchimento e as imagens estiverem de acordo com o que eles pedem. A duração do visto é somente para o tempo da visita, o que eu achei ruim, uma vez que Doha é um Hub para a Ásia inteira e temos planos de viajar novamente para lá.
3 – Algo super importante em Doha é escolher adequadamente o Hotel. Para evitar qualquer problema, escolhemos o Ritz-Carlton, super internacional (servia álcool) e podemos escolher uma cama de casal para nós dois. Tivemos que confirmar a cama três vezes, mas imaginamos que também poderia ser precaução deles em garantir que a escolha estivesse correta.
Vista Quarto Doha
4 – A grande maioria dos Hotéis bacanas de Doha possuem vista para o mar e ficam em frente a WestBay Beach. Ali pertinho também fica o The Pearl; complexo construído no meio do mar com Condomínios Residenciais, Shopping, Hoteis e Restaurantes.
Vista Quarto 02
5 – Em Doha grande parte dos restaurantes bacanas ficam dentro de hóteis. O Spice Market é o restaurante número 01 de Doha, fica dentro do W de Doha. Como todos os W’s, a arquitetura e decoração é absolutamente única. Misturando alguns elementos da cultura árabe com o design moderno que eles adoram, bem bacana e diferente. Provamos a Bento Box, que reunia vários pratos do restaurante, o Chicken Satay e o Pad Thai. Sempre provamos pratos Tailandeses por conta to May, e o Bruno ainda pediu sobremesa. Lógico que tudo acompanhado por Drinks, quem me conhece sabe que enquanto eu viajo toda hora é hora de diversão.
Chicken Satay
Bento Box Spice Market
6 – A tarde aproveitamos para passear no Villagio Mall, shopping bacana e cheio de marcas ótimas. Para quem quer ítens de luxo esse é o Shopping.
7 – Depois do Shopping e já anoitecendo resolvemos conhecer o Souq Waqif. Souq, em árabe, significa mercado. Usualmente eles são a céu aberto e é um passeio muito bacana. Não tem nada ocidentalizado no Souq Waqif, então vira uma viagem no tempo. Nós nos sentimos muito seguros e a vontade durante todo o tempo em que estivemos no Souq, então vale muito a pena conhecer.
Souq Waqif Doha
8 – A noite aproveitamos para conhecer o recém inaugurado Hakkasan, que fica dentro do St. Regis de Doha. Tenho certeza que a maioria que está nos lendo conhece o Hakkasan de outros lugares, Miami, Las Vegas e etc. O de Doha não deixa nada a desejar em relação aos outros. Drinks incríveis, serviço super gentil e o ambiente maravilhoso. A salada de pato deles é fenomenal, comeria a noite inteira sem nem precisar pedir prato principal.
Drinks Hakkasan
Hakkasan Doha
9 – O aeroporto de Doha é incrível também. Um dos maiores Duty Free que já vi, e muitas, muitas lojas bacanas para compras. Minha sugestão é não ficar mais de 02h no aeroporto. Apesar de grande não tem muito a ser feito durante longos períodos de espera.
Aeroporto Doha
10 – Aproveitem Doha e se forem voar para a Ásia, a Qatar Airways é realmente uma companhia incrível, que permite emissão de passagens pelo Smiles da Gol.

Você pode gostar também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*