Tendências & perspectivas: como iremos morar e trabalhar pós-pandemia?

2020 não está sendo um ano fácil de prever, tampouco antecipar o que virá depois dele. Porém, é no meio desta incerteza que a arquiteta Mariana Pesca e o designer e colunista da Casa Vogue, Newton Lima, compartilharam suas experiências e fizeram previsões sobre as tendências que irão nortear a decoração e o trabalho durante e pós pandemia do novo coronavírus, na live promovida pelo Shopping Casa & Design.

Com um repertório sobre o Brasil, o mundo e, mais importante, sobre o comportamento humano, ambos compartilharam seus pontos de vista sobre este ano atípico. A dupla  trocou ideias sobre cores, interiores, iluminação e deixou claro que os ambientes em que vivemos nada mais são do que extensões dos nossos quereres.

Newton –  que viajou dois anos pelo país em um projeto que mapeia como o brasileiro vê e usa as cores em suas casas – relata que as regiões mais coloridas do Brasil são o Norte e o Centro-Oeste. Ele descobriu que nestas regiões, em especial no Norte do país, a necessidade de mudança constante da pintura, por conta da umidade,  faz com o que se acabem os receios de experimentar cores. “Se pintou de lilás e não gostou, depois pinta de laranja. É um povo que vai testando, experimentando, porque prevê essa necessidade da rápida manutenção da casa. São essencialmente coloridos”, complementa. 

Já para o Nordeste, Lima conta que as cores vão mudando conforme se desloca do interior para o litoral. “Ainda que Trancoso seja colorido, é algo pontual. Notamos muito ocre, muitos tons terrorosos, mas a base da casa geralmente é branca com tons de cores vindos dos objetos, cestarias e artesanatos” contou. Já na região Sul, o que chamou atenção de Newton, foi a mistura de materiais, como madeiras, e a presença predominante de tons mais sóbrios.

Para quem tem receio de experimentar as cores, a dupla deu uma dica valiosa: escolha ambientes menos usados, como um lavabo, para ousar. Para eles, vale desde cores até a aplicação de papéis de parede. E nos demais ambientes, a sugestão é fugir do branco puro e investir em tons como o off white ou rosa antigo. “Cores assim trazem um interessante jogo de luz e sombra, contrastam com o mobiliário e demais texturas da casa, sem sair de uma cartela cromática mais sutil”, explica o designer.

Um futuro colorido e em home office

Para o futuro, Newton Lima aposta em tons mais extrovertidos, afinal, depois de tanto ficarmos em casa, é provável que se deseje algo menos sóbrio e busque-se por tons cheios de vivacidade. Mariana por sua vez, lembra que apesar dos estudos de tendências serem interessantes, é preciso se perguntar “você gosta da cor do ano da Pantone? Fica todo mundo esperando para saber qual vai ser a cor do ano, mas ela só faz sentido se você gostar dela. Só utilize a cor-tendência no seu projeto se fizer sentido para você”.

Quando o assunto migrou para o trabalho home office, Mariana Pesca lembrou que é preciso olhar com carinho para o espaço e ponderar sobre o estilo de vida de cada um. “Para um solteiro ou casal sem filhos, faz sentido colocar o home office no living, por exemplo. Agora para quem tem filhos, a situação já é outra”. Newton complementou que acredita que os novos projetos devem contemplar um espaço dedicado ao trabalho. Para ele, alguns cômodo menos usados serão cada vez mais versáteis, como aquele espaço que serve como escritório, mas também pode ser um ótimo quarto de visitas ou sala de TV.


Ambos também se mostraram entusiastas da digitalização dos serviços de arquitetura e decoração. Para eles, as redes sociais estão longe de serem apenas diversão. São ferramentas de trabalho importantíssimas, onde a conversa pode chegar para mais pessoas. “As pessoas estão conectadíssimas. É preciso responder os clientes, interagir, ter fotos ótimas, afinal temos apenas um segundo para ganhar a atenção de quem está vendo nossas redes. Esse é o futuro,” comentou Newton. 

Para quem gostou dos temas abordados, vale conferir na íntegra o material, que segue disponível no instagram do Shopping Casa & Design. Aliás, a página está repleta de conteúdo e inspiração para quem adora arquitetura, arte e design. Já está seguindo? 

O mundo pós-2020 ainda está em desenvolvimento, mas contar com a expertise e os palpites de profissionais que vivem o futuro o tempo todo será de grande ajuda para prever os próximos movimentos. 

A prosa está imperdível e já deu aquela sensação de “quero mais”. Afinal, quem por aí não está morrendo de curiosidade para descobrir os próximos passos da humanidade? Por aqui, estamos torcendo para seja um mundo de muitas cores, texturas e novidades encantadoras de design. 

E você, já descobriu como quer que sua casa seja? É bom ficar de olho, porque o futuro está logo ali. 

Você pode gostar também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*