Fotógrafo brasileiro clica moradores de Milão em meio à quarentena

Em meio ao isolamento de Milão, o fotógrafo brasileiro Rafael Jacinto, que vive na cidade italiana desde 2018 com a família, decidiu registrar a pandemia.

Na dura quarentena italiana, as janelas das casas e apartamentos ganharam um simbolismo muito forte. São elas a conexão dos milaneses, tão acostumados a viver nos bares, parques e praças, com a rua. No início de março, quando as medidas restritivas foram endurecidas no país, o fotógrafo escreveu para seus vizinhos e saiu com sua câmera, sozinho, respeitando o distanciamento social, para registrá-los da rua em suas janelas, no fim da tarde, hora em que os italianos também passaram a cantar.

“Este meu projeto começou quando fiz uma foto da Micha olhando para a janela, em 7 de março, dia em que anunciaram que a quarentena seria rígida. Foi uma foto muito simples, mas, para mim, muito forte. Pensei que precisava fazer alguma coisa. E foi naquela semana que as pessoas começaram a cantar na janela. Ela ganhou um significado muito forte, é nossa conexão com a rua. Felizmente, as casas na Europa têm muitas janelas, já que o inverno tem pouca luz.” conta o fotógrafo.

Você pode gostar também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*